Gordura no Fígado – O Que é e Como Diminuir

em 25 de março de 2023

O fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo humano, responsável por funções vitais como a produção de bile, que ajuda na digestão de gorduras, e a filtragem de toxinas e resíduos do sangue. Quando há um acúmulo excessivo de gordura no fígado, ocorre a condição conhecida como esteatose hepática, popularmente chamada de gordura no fígado. Essa condição pode levar a complicações graves, como a inflamação do fígado e a cirrose, e é cada vez mais comum em todo o mundo.

Neste artigo, vamos entender o que é a gordura no fígado, quais são as suas causas e sintomas, e como podemos prevenir e tratar essa condição.

I. O que é gordura no fígado?

A. Definição

A gordura no fígado, também conhecida como esteatose hepática, é uma condição em que ocorre o acúmulo excessivo de gordura nas células hepáticas. Essa gordura pode ser proveniente da dieta ou ser produzida pelo próprio organismo. Quando a quantidade de gordura no fígado é superior a 5-10% do peso do órgão, a condição é considerada esteatose hepática.

B. Tipos de gordura no fígado

Existem dois tipos de gordura no fígado: a esteatose hepática não alcoólica (EHNA) e a esteatose hepática alcoólica (EHA). A EHNA é causada por fatores como obesidade, diabetes, resistência à insulina e sedentarismo, enquanto a EHA é causada pelo consumo excessivo de álcool.

C. Como a gordura se acumula no fígado

A gordura pode se acumular no fígado de duas formas: pela ingestão excessiva de gorduras e açúcares, ou pelo desequilíbrio no metabolismo de gorduras e carboidratos no organismo. Quando a quantidade de gordura que entra no fígado é maior do que a quantidade que é queimada ou transformada em energia, a gordura começa a se acumular no fígado. Isso pode levar ao desenvolvimento de uma inflamação no fígado, conhecida como esteato-hepatite não alcoólica (EHNA).

II. Causas da gordura no fígado

A. Fatores de risco

Algumas pessoas têm maior risco de desenvolver gordura no fígado do que outras. Os principais fatores de risco incluem obesidade, diabetes tipo 2, resistência à insulina, síndrome metabólica e colesterol alto. Além disso, pessoas que têm uma dieta rica em gorduras e açúcares, ou que consomem muito álcool, também têm maior probabilidade de desenvolver gordura no fígado.

B. Doenças que podem causar gordura no fígado

Alguns tipos de doenças também podem levar ao acúmulo de gordura no fígado. Algumas das principais doenças que podem causar esteatose hepática são a hepatite C, a doença de Wilson, a doença de Cushing, a síndrome do ovário policístico e a deficiência de alfa-1 antitripsina.

C. Medicamentos que podem causar gordura no fígado

Alguns medicamentos também podem causar gordura no fígado. Entre os principais estão os corticosteroides, a amiodarona, o tamoxifeno, o tetraciclina e os antirretrovirais.

III. Sintomas da gordura no fígado

A. Sintomas iniciais

A gordura no fígado geralmente não causa sintomas nas fases iniciais. No entanto, algumas pessoas podem apresentar fadiga, dor abdominal, perda de apetite, náuseas e sensação de peso no lado direito do abdômen.

B. Sintomas avançados

À medida que a doença progride, podem ocorrer sintomas mais graves, como icterícia (pele e olhos amarelados), inchaço abdominal, aumento do fígado, perda de peso e sangramento no trato gastrointestinal.

C. Como a gordura no fígado é diagnosticada

A gordura no fígado geralmente é diagnosticada por meio de exames de sangue, como a dosagem de enzimas hepáticas, e por meio de exames de imagem, como a ultrassonografia, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética. Em alguns casos, pode ser necessário realizar uma biópsia hepática para confirmar o diagnóstico.

IV. Prevenção da gordura no fígado

A. Mudanças no estilo de vida

A prevenção da gordura no fígado envolve principalmente mudanças no estilo de vida. Isso inclui manter um peso saudável, praticar atividade física regularmente, evitar o consumo excessivo de álcool, evitar o consumo de alimentos ricos em gorduras e açúcares e manter uma dieta saudável e equilibrada.

B. Alimentação saudável

Uma dieta saudável e equilibrada é fundamental para prevenir e tratar a gordura no fígado. Isso inclui o consumo de alimentos ricos em nutrientes e com baixo teor de gorduras saturadas e açúcares refinados, como frutas, verduras, legumes, cereais integrais e proteínas magras.

C. Controle de doenças crônicas

Pessoas com diabetes, colesterol alto ou outras doenças crônicas devem manter essas condições sob controle, já que elas podem contribuir para o desenvolvimento da gordura no fígado.

V. Tratamento da gordura no fígado

A. Tratamento para reduzir a inflamação

O tratamento da gordura no fígado tem como objetivo principal reduzir a inflamação no fígado. Isso pode ser alcançado por meio de mudanças no estilo de vida, como dieta e exercícios físicos regulares, e, em alguns casos, pelo uso de medicamentos.

B. Tratamento para prevenir complicações

Além disso, o tratamento também visa prevenir complicações associadas à gordura no fígado, como a fibrose e a cirrose hepática. Isso pode ser feito por meio do controle de doenças crônicas e do uso de medicamentos específicos para tratar essas condições.

C. Transplante de fígado

Em casos raros e graves de doença hepática avançada, pode ser necessário realizar um transplante de fígado.

VI. Conclusão

A gordura no fígado é uma condição cada vez mais comum, que pode levar a problemas de saúde graves se não for tratada. No entanto, a boa notícia é que a gordura no fígado pode ser prevenida e tratada por meio de mudanças no estilo de vida e tratamentos médicos específicos. Se você acha que pode estar com gordura no fígado, é importante procurar um médico para fazer um diagnóstico preciso e receber orientações adequadas para o tratamento.

MÉTODO BASEADO EM 5 PILARES MOSTRA COMO VOCÊ PODE EMAGRECER, DEFINIR SE MANTER MAGRO E AINDA GOSTAR DO PROCESSO!

O que você achou dessas dicas? Por favor, não se esqueça de deixar seu comentário na seção de comentários abaixo desta página. Obrigado e até logo!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

STC - Sistema de Transformação Corporal

Método baseado em 5 pilares mostra como você pode emagrecer, definir se manter magro e ainda gostar do processo!

Não consegue perder a barriga?

Não consegue controlar a ânsia de comer?

Perde peso mas logo ganha de novo?

Entre nesse método Agora mesmo!!!!