Compreendendo as Mudanças Hormonais da Gravidez e Seus Sintomas

em 5 de abril de 2023

A gravidez é um momento único na vida de uma mulher, repleto de emoções e transformações. As mudanças hormonais que ocorrem durante esse período desempenham um papel fundamental no corpo da gestante, afetando seu bem-estar físico e emocional. Vamos explorar as principais mudanças hormonais da gravidez e os sintomas que elas podem causar.

Uma das mudanças hormonais mais marcantes da gravidez é o aumento nos níveis de estrogênio e progesterona, que têm um impacto significativo no corpo da mulher. O estrogênio, por exemplo, aumenta consideravelmente no início da gravidez, sendo essencial para o desenvolvimento do bebê e para a formação da placenta, que será responsável por nutrir o feto. No entanto, no final da gravidez, a queda dos níveis de estrogênio também desempenha um papel importante na preparação do corpo para a amamentação e no trabalho de parto, permitindo que o útero se contraia em resposta à ocitocina, outro hormônio essencial.

As mudanças causadas pelo estrogênio no corpo da gestante incluem dores nas costas e na pelve, sensibilidade mamária, escurecimento das aréolas, estrias na pele e aumento dos seios. Além disso, o estrogênio também pode causar sintomas como náusea e prisão de ventre, que são comuns durante a gravidez.

Já a progesterona é outro hormônio crucial durante a gravidez, sendo responsável por preparar o revestimento do útero para receber o feto. Assim como o estrogênio, a progesterona também aumenta o fluxo sanguíneo para o útero, garantindo que o bebê receba os nutrientes necessários. No entanto, os altos níveis de progesterona também estão associados a sintomas desagradáveis do início da gestação, como vômitos, prisão de ventre, refluxo, sono, salivação excessiva, mudanças de humor, azia e gases.

Outros hormônios também desempenham um papel importante durante a gravidez. A prolactina, por exemplo, é o hormônio responsável por estimular a produção de leite nas glândulas mamárias e pode causar redução da libido e secura vaginal devido ao aumento dos níveis desse hormônio no segundo trimestre da gravidez e após o parto. Já a ocitocina é o hormônio que é liberado durante o trabalho de parto, estimulando as contrações uterinas e ajudando a reduzir o risco de hemorragia. Além disso, a ocitocina também ajuda a aliviar a dor do parto e estimula a produção de leite materno.

Além das mudanças hormonais acima mencionadas, a gestação também pode causar uma série de outras alterações no corpo e nas emoções da mulher. Mudanças sensoriais, como alterações no paladar.

Leia mais sobre: Colesterol Elevado na Gravidez: Sinais e Cuidados Adequados

Alterações na pele, como o surgimento de manchas escuras, conhecidas como melasma, e o aparecimento de acne; Aumento da frequência urinária devido à pressão exercida pelo útero sobre a bexiga; Mudanças emocionais, como variações de humor, ansiedade e irritabilidade, causadas pelas oscilações hormonais e pelas preocupações relacionadas à gravidez e à maternidade.

É importante lembrar que as mudanças hormonais da gravidez são naturais e fazem parte do processo de gestação. Cada mulher pode experimentar essas alterações de forma única, variando em intensidade e duração. Caso os sintomas se tornem preocupantes ou causem desconforto significativo, é importante consultar um médico obstetra para avaliação e orientação adequada.

Em resumo, as mudanças hormonais da gravidez são essenciais para o desenvolvimento saudável do feto e preparação do corpo para o parto e a amamentação. Estrogênio, progesterona, prolactina e ocitocina são alguns dos principais hormônios envolvidos nesse processo, e suas variações podem causar uma série de sintomas como dores nas costas, sensibilidade mamária, alterações na pele, entre outros. Além disso, outras mudanças no corpo e nas emoções também podem ocorrer durante a gravidez. É importante entender e aceitar essas mudanças como parte natural do processo gestacional e buscar orientação médica quando necessário.

Referência Bibliográfica:

  1. Souza ASR, Silveira EF, Brito LMO. Queixas frequentes na gestação. In: Sá RA, organizador. Manual de Obstetrícia: propedêutica e ética médica. 1a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2017. p. 111-132.

O que você achou dessas dicas? Por favor, não se esqueça de deixar seu comentário na seção de comentários abaixo desta página. Obrigado e até logo!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

STC - Sistema de Transformação Corporal

Método baseado em 5 pilares mostra como você pode emagrecer, definir se manter magro e ainda gostar do processo!

Não consegue perder a barriga?

Não consegue controlar a ânsia de comer?

Perde peso mas logo ganha de novo?

Entre nesse método Agora mesmo!!!!